sexta-feira, 18 de agosto de 2017

ZINGARA TERTÚLIAS 2017


ZINGARA TERTÚLIAS 2017

Apresentação do tema: ZINGARA (slides e debate)
Convidada Especial: Domme JHUH SJOFN

8ª TERTÚLIA em BH com o tema "NEEDLE PLAY".

"A Tertúlia é na sua essência uma reunião de amigos, familiares ou simplesmente frequentadores de um local, que se reúnem de forma mais ou menos regular, para discutir vários temas e assuntos".(Wikipedia)

Olá pessoal, o grupo tem por objetivo introduzir novatos, e estimular a presença de veteranos, oportunizando um maior contato com o universo BDSM em um ambiente privado. oferecemos um DUNGEON montado e muito bem equipado disponível após a palestra e os debates, a todos os participantes.

O local do encontro será divulgado apenas aos participantes(3 dias antes qd tb será aberto o grupo de whatsaap para os participantes confirmados e que desejarem participar do whats), confirmar presença através do email ; TERTULIABDSM.BH@GMAIL.COM
Onde serão todos muito bem recebidos e acolhidos por mim Zingara e pela Aline Sissy, minha submissa.

Tire sua roupa fetichista do armário e vem se divertir !!

CONSUMAÇÃO: 10,00 reais (1 porção amendoim tipo japonês)
REFRIGERANTES E SUCOS(lata) - 5,00 reais
CERVEJA ARTESANAL KINKY Longneck (Ares) - 7,00 reais

PROGRAMAÇÃO:
21:00 hrs - Abertura e recepção das pessoas
22:00 hrs - Apresentação do tema e Debates
23:00 hrs - Demonstração da prática por Domme JHUH SJOFN
00:00 hrs - Open Dungeon- livre play

PALMATÓRIA PERSONALIZADA



https://chilli-toys.blogspot.com.br/2017/07/palmatoria-personalizada-em-madeira-de.html

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

PROJETO LUXÚRIA 11 ANOS



    Rua Aurora, 710, República, São Paulo - SP, 01209-001, Brasil
Mande sua lista aqui LISTALUXURIA@GMAIL.COM

        Seguem os valores de entrada, de acordo com os trajes:

              SEM DRESS CODE R$150 ENTRADA OU R$200 CONSUMO

          DRESS CODE NO TEMA.R$60 ENTRADA OU R$100 CONSUMO

                  AMIGOS DO LUXURIA R$50 ENTRADA OU R$70 CONSUMO

           NOMES e INFORMAÇÕES NA listaluxuria@gmail.com 
ATÉ ÀS 18:OO DO DIA 12/8

*ESTACIONAMENTO AO LADO


                                    

NEGOCIAÇÃO OU MANIPULAÇÃO?


Bom, foi instigado a escrever este texto pois há muita confusão sobre o que é de fato uma negociação e qual seria o limiar entre negociar e já estar abusando.
O que causa literalmente espanto são pessoas absolutamente novatas e sem nenhuma experiencia que já saem negociando uma coleira, ou falamos assim, uma D/s.
Parece que o meio BDSM se tornou, de fato, um lugar onde arranjar namorado ou marido, com a agravante de que, sendo inexperiente e não sabendo negociar, o bottom corre mais riscos de ser vítima de abuso do que em uma relação baunilha.
Pessoas novatas não deveriam NUNCA ir para uma negociação sem saber o que estão fazendo.
Podemos ter várias formas de negociação e várias fases que não implicam em nenhuma D/s e sobre tudo, na fase de negociação, ambas as partes são livres e nada devem uma à outra.
Se em negociação está uma sessão avulsa, não é preciso todo o elenco de condições da negociação de uma relação TPE 24/7, pois a TPE(TPE - Total Power Exchange - Troca total de Poder. Um dos estilos de relação D/s).  será somente momentânea durante a sessão. O que será preciso saber é quais são os limites e as práticas admitidas e estabelecer uma safe-word para entender se está tendo algum tipo de problema. Se é uma sessão de adestramento pedida por outro Dominante pela sua posse, é preciso entender o objetivo do adestramento e mais tudo quanto dito antes... muito simples!


Se o objetivo é uma TPE 24/7, a negociação pode seguir por etapas, e pode ter sessão sim, desde que sejam negociadas as condições de uma sessão... É obvio que não se irá direto ao limite do bottom, nem se darão ordens inconsequentes... 
É muito útil frisar que durante a negociação, o bottom deve poder expressar livremente tudo que quer colocar como condições, sem nenhuma restrição, e que o TOP deve saber escutar e avaliar.
Uma sub que queria começar a entrar no meio, deveria ter alguém para guia-la, um Mentor, alguém que a ajude sem nunca fazer sessão alguma, sem dar ordens, somente conselhos. Ela poderá fazer algumas sessões avulsas (onde não há perda de poder além da sessão em si, nem se deve obediência, nem anterior, nem posterior) com algum Dominante experiente e confiável, de forma a avaliar se o que quer está sendo alcançado, avaliar se ela é mesmo uma sub, se quer continuar, conhecer a si mesma e o meio, experimentar e saber como as coisas funcionam, e somente depois procurar, eventualmente, uma D/s. 
Agora os valores estão invertidos, a D/s vem mesmo antes de saber se a sub é realmente sub ou não! 
Muitas pessoas têm sede de ir ao pote e nenhuma vontade de adquirir experiencias...
Há um grande risco no entrar em uma negociação sem saber onde se está pisando... as pessoas não experimentam e não vivem nada do BDSM, para se jogar direto em uma negociação de transferência total de poder. Seria como nunca ter dirigido um carro, ler alguns artigos de automobilismo e pegar uma Ferrari para correr a 350km por hora... a chance de um acidente fatal é altíssima.
Caso a sub queira mesmo sem experiencia alguma, proceder incautamente em uma negociação D/s, pelo menos precisa saber de algumas coisas que são pilares do BDSM.
1) Avalie o histórico REAL do seu talvez futuro Dom. Ele teve outras posses? Quem são? Porque a relação terminou? Procure entrar em contato com outras pessoas do meio que conheçam o seu provável futuro Dom e lhe falem sobre ele. Procure uma sub do passado para trocar ideia. Ele não quer que você converse com ninguém do meio? Então é um manipulador sem escrúpulos que está tentando te manipular. Cai fora!
2) Durante a negociação você não é de ninguém. Você não é sua menina, não é posse, não é nada. Ele não é teu Senhor, nem teu amor, nem teu namorado. Você é uma pessoa que está livremente avaliando se uma outra pessoa pode ou não satisfazer seus desejos.
3) Durante a negociação você não deve obediência a ninguém. Ninguém pode te dar tarefas a cumprir ou castigos durante uma negociação. O porque disto? A negociação é um espaço livre, onde cada um expressa desejos, anseios, temores, limites. Se você se encontra em posição submissa durante a negociação, se alguém te obriga a fazer algo, você está sendo MANIPULADA. Caia fora! Este negócio de testar a obediência na negociação com tarefas e punições... É uma piada... Somente uma desavisada cai neste golpe de um manipulador...
4) Se o seu provável futuro Dom, argumenta que o sexo é preciso na fase de negociação, que ele quer te testar, preste atenção. As sessões durante uma negociação devem ser sempre entendidas como avulsas. Termina a sessão, termina também a cessão de poder e você volta a ser livre... sessões realizadas com o estilo sexo sem compromisso, zero poder real, mas com tomada de poder que extrapola a sessão, tarefas que são passadas e punições na negociação, são simplesmente abuso e não tem nada a ver com BDSM!.
5) A oferta de uma coleira é uma coisa séria, seja ela de consideração, de proteção ou de qualquer tipo. Colocaria uma aliança e declararia um casamento, após uma semana de conhecimento de uma pessoa pela internet? Não? Então porque negocia coleira desta forma depois de três papos picantes? A banalização da coleira traz, porém, problemas graves. Muitas subs se entregam a todos os desejos do presumido dominante sob pena de perder a coleira (manipulação) ou de ser difamada como sub que não vale nada porque não consegue agradar seu dono.
Enfim, não quero ser exaustivo, também porque este assunto pode dar dez livros de 1000 paginas cada... 


CRÉDITOS:
Jack Alexandre Napier
 Rainha Shekinah, da qual extrai várias ideias.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

RED FLAGS

O que são RED FLAGS?
Red flags são sinais de aviso de que um potencial parceiro pode não ser uma pessoa segura para se envolver.
O que é uma Red flags para uma pessoa, pode não ser uma para outra pessoa, até certo ponto, isso pode ser um pouco pessoal (Shadowborne, 1999).
A maior parte da lista reunida aqui tenta mostrar como identificar tendências abusivas em um parceiro.
O seu parceiro:
- Tenta separar você de seus amigos, família ou comunidade BDSM?
- Evitar falar sobre detalhes pessoais e/ou fica bravo quando você pergunta?
- Procura acabar rapidamente com a conversa ou ainda responde perguntas com perguntas?
- Não tem referências de tempo de BDSM ou amigos dentro do meio para te passar?
- Fica bravo quando você pede referências ou pergunta sobre elas?
- Dá a você detalhes inconsistentes sobre si mesmo?
- Evitar te dar o número de telefone da sua casa e trabalho, diz que fará isso no momento oportuno?
- Apenas se comunica com você em horas estranhas e fica chateado se você tentar contatá-lo em outros momentos?
- Critica a comunidade BDSM e recusa-se a participar, especialmente se ele nunca fez parte?
- Vive quebrando promessas?
- Sempre encontra desculpas para não ter um contato real?
- Sempre coloca a culpa nos outros por coisas que dão errado?
- Não assume responsabilidades pessoais?
- Não demonstra ter um bom relacionamento com boa parte ou a totalidade dos membros da sua família?
- Te pressiona para fazer as coisas que você não quer fazer?
- Não respeita os seus limites, negociações ou contratos?
- Empurra você para um relacionamento D/s rápido demais?
- Jura amor eterno antes mesmo de te conhecer?
- Escondem-se atrás da autoridade D/s e diz que a sua autoridade não deve ser questionada?
- Tenta te fazer sentir-se culpada por não ser suficientemente boa, diz que você não é uma "verdadeira" Sub?
- Perde o controle das suas emoções, não tem argumentos e começa a gritar ou xingar e só te culpa?
- Coloca-se acima de outras pessoas?
- Viram seus amigos instantaneamente e vão de melhor amigo a arquiinimigo num piscar de olhos?
- Te trata carinhosamente e respeitosamente num dia e depois severamente e acusatoriamente no próximo?
- Nunca diz "obrigado", "com licença" ou “desculpa" para ninguém?
- Mente ou omite informações, te trai ou é excessivamente ciumento?
- Não discute sobre como o futuro da relação poderá ser?
- Tenta mantê-la no escuro sobre o que pode acontecer a seguir na relação?
- Não respeita seus sentimentos, direitos, ou opiniões?
- Menospreza suas ideias?
- Culpa você, por ferir seus sentimentos?
- Abusa de álcool ou outras drogas?
- Constantemente pede dinheiro a você ou outros?
- Ameaçou suicídio ou outras formas de automutilação?
- Deliberadamente diz ou faz coisas que resultem em te machucar seriamente?
- Quer o controle do seu dinheiro ou finanças e vocês não estão vivendo juntos?
- Só interage com você de forma sexual ou BDSM?
- Não tem conversas baunilhas?
- Nunca mostra seu lado humano, não demonstra ter emoções, esconde a sua vulnerabilidade atrás de seu papel D/s?
- Tem múltiplos perfis (fakes) para interagir dentro das mesmas comunidades?
- Some e fica sem se comunicar por dias ou semanas sem explicação?
- Tenta te intimidar, você sente medo real de seu parceiro fora de uma sessão?
- Ameaça te deixar ou te abandonar se não se submeter?
- Rotineiramente te ameaça de forma violenta e diz que é para que saia da sua zona de conforto?
- Te da presentes caros para tentar ganhar sua confiança ou barganha sobre algo que não queira fazer?
- Faz você se sentir indesejada ou feia?
- Tenta alguma intimidade forçada em você contra a tua vontade?
- Ignorar suas necessidades, incluindo tratamento médico, roupa ou comida?
- Questiona a sua lealdade?
- Ignora ou recusa o uso de safeword?
- Esperam submissão completa para um estranho?
- Não tem nada de agradável para dizer sobre parceiros anteriores?
- Dizem que vão fazer o que quiserem, sem ao menos se conhecerem pessoalmente?
- Fica chateado caso você queira alguma segurança num primeiro encontro?
- Insiste em uma sessão logo no primeiro encontro?
Esta lista não é completa, mas é um ponto de partida; trata-se de algumas coisas importantes a considerar quando for à procura de um novo parceiro.
Ninguém tem o direito de abusar, e todos temos de estar dispostos a fazer o possível para nos proteger e aos nossos entes queridos de abusadores.

Tradução e adaptação: Silvia Silvia e AK AK
Fonte: Keeping it Kinky (http://www.keepingitkinky.net)

BASES DO BDSM


SSC - São, Sadio e Consensual
SSS - São Sadio e Sensual
CCC - Comprometido, Compassivo e Consensual
RACK - Fetiche Consensual com Risco Consciente 
RISSCK - Risco Informado, São, Seguro e Consensual
PRICK - Responsabilidade Pessoal, Risco Informado e Fetiche Consensual
PCRM Prática Consensual com Riscos Minimizados


Fonte: https://www.facebook.com/SrJackNapier

quarta-feira, 26 de abril de 2017

LIVROS AUTORA ADRIANA VARGAS

Meu Senhor - romance com cenário em Siv, castelo milenar onde há ensinamentos sobre as práticas de dominação e submissão seguindo a honra e as tradições sivianas. - Físico R$20,00 + frete.
Minha Menina - Um casal é retirado de Siv e colocado à prova, projetados para a atualidade, onde deverão praticar no meio do caos do mundo do domínio atual, as práticas milenares de Siv baseadas na honra e respeito. - Físico R$25,00 + frete.
O livro 3 - A Masmorra da Senhora Collins está a caminho.
Leitores que se interessarem pelos livros físicos, podem me chamar no inbox, ou, adquirirem os livros na Amazon:
Meu Senhor: http://a.co/d67ivYk
Minha Menina: http://a.co/4JH7WJ7

segunda-feira, 17 de abril de 2017

BDSM FESTIVAL BAR DA GATA 2017


O MAIOR EVENTO BDSM JÁ ORGANIZADO NO BRASIL...
********** BDSM FESTIVAL BAR DA GATA. **********
DE 21 A 29 DE JULHO DE 2017.
UMA SEMANA RECHEADA DE EVENTOS EM HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL BDSM (24/7).
SERÃO OFERECIDOS MUNCHS, PALESTRAS, WORKSHOPS, PLAYS, JANTARES E UM GRANDIOSO BAILE DE MÁSCARAS PARA FECHAR COM CHAVE DE OURO....
NÃO FIQUEM DE FORA!
EM BREVE MAIORES INFORMAÇÕES SOBRE CADA DIA DE EVENTO.
PARTICIPEM, PROGRAMEM-SE...
BAR DA GATA
BDSM TRATADO COM SERIEDADE, LITURGIA E BOM GOSTO.

sábado, 15 de abril de 2017

DICA DE LEITURA - história de um dominador e de suas submissas

A História de um Dominador e de suas Submissas: Um livro sobre fetiche e desejo (Portuguese Edition) by [Mestre K@]

http://odominador.com.br/

DICA DE LEITURA - dicionário de fetiches e Bdsm

Dicionário de Fetiches & BDSM


Esta obra é um guia para esclarecimento de iniciantes, apreciadores, simpatizantes e até mesmo veteranos do BDSM. BDSM significa "Bondage, Domination, Sadism, Masochism", um conjunto de comportamentos e necessidades sexuais entre parceiros adultos, normalmente conhecidos como sadomasoquismo ou SM. Este Dicionário é perfeito para conhecer práticas cada vez mais difundidas no cinema, na música, na televisão ou numa cama bem perto de você.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

DICA DE LEITURA - a coleira

A coleira


Segunda edição de A coleira

Com texto atualizado e um novo design de capa que promete instigar os leitores

Extremamente erótico, explícito, detalhado e sem pudores, A coleira é o livro de estreia de Nana Pauvolih. A jovem Lorenza tinha apenas 17 anos quando conheceu Miguel Montês. Ele fez uma proposta que mudou sua vida. Em meio a acordos desonestos e fuga, ela o evitou, mas nunca o esqueceu. Agora, seis anos depois, pega em uma armadilha, Lorenza acaba na cama dele, obrigada a usar uma coleira, prisioneira de um homem que queria cobrar velhas dívidas do passado. De uma louca e intensa atração, permeada por dramas e cenas altamente sensuais, Lorenza vai descobrir o amor de uma forma única, voraz, de uma maneira totalmente diferente dos seus sonhos.

http://editoramultifoco.com.br/loja/product/a-coleira/

quarta-feira, 12 de abril de 2017

DICA DE LEITURA - eu, Dommenique

Eu, Dommenique


Os homens que procuram Dommenique envolvem-se com ela em um sofisticado jogo de dominação e submissão. É um jogo com limites previamente combinados, mas não há jogadas ensaiadas. Dentro desses limites, tudo pode acontecer. A regra é muito clara e específica: A Domme decide e executa, o escravo serve e obedece – física, mental e emocionalmente. É um jogo erótico e sexual, e os envolvidos sentem prazer de forma peculiar.
Eu, Dommenique apresenta relatos verídicos de diferentes tipos de sessões de dominação e revela as ideias e inquietações de uma mulher que é, acima de tudo, senhora de si.
Nada do que você vai ler é imaginação. Tudo é real. Verdadeiro. Tão real e verdadeiro como Dommenique Luxor, a mulher que viveu tudo isso e agora conta para você como é, como se faz, o que acontece, o que se sente.
Se você tem curiosidade em saber o que é dominação, então não vai perder esse livro. E se você é uma dominadora ou um dominador, ou se tem curiosidade sobre o tema, vai se rever nessas páginas. “Fiz tudo como mandava o figurino. Contrato de servidão. Se era pra ser, seria. Nem eu sabia direito o que fazer, e por isso mesmo segui no jogo. Qualquer coisa que eu praticasse seria aceita, e ele assinou”. Isso foi a primeira vez. Depois… bom, depois você não vai ser capaz de ler como essa gaúcha virou a rainha das dominadoras. “O poder é todo meu. Sou dona da minha casa.
Do meu corpo. Do meu prazer. E dona dos meus objetos. Dona. Senhora. Madame. Mistress.
Rainha. Deusa. Dominatrix. Domme. Dommenique.”

https://www.skoob.com.br/eu-dommenique-286003ed320478.html